Raphael Cordeiro

Tesouro Direto versus CDB, o que rende mais?

Publicado por em 09.agosto.2010    Tags: , , , ,

Tesouro Direto versus CDB, o que rende mais?

Vamos comparar a rentabilidade projetada para os próximos 12 meses de um CDB pós fixado para uma LFT em diversos cenários de custos para a LFT e de rentabilidade para o CDB.

O grande impecilho para o investidor do tesouro direto é o elevado custo da CBLC cobrado pela BM&F Bovespa. O percentual de 0,4% é muito, considerando não apenas a taxa de juros atual, mas também o valor cobrado pelas corretoras.

Pasmem, o custo é alto principamente quando vemos o quanto esse mercado vem crescendo. Há apenas 3 anos existiam pouco mais de 60 mil investidores cadastrados com R$ 969 milhões aplicados, enquanto que em julho deste ano há 163 mil investidores com um volume total de R$ 2,9 bilhões. O volume de dinheiro triplicou e os custos continuaram os mesmos.

Conforme a tabela acima o rendimento médio de uma LFT será superior apenas ao CDB que paga 90% do CDI. Tesouro direto não parece ser uma boa opção para investidores que queiram aplicar em LFT, entretanto para LTN e NTN-B pode ser uma boa alternativa, devido a estratégia, pois é difícil encontrar CDBs pré-fixados e menos ainda corrigidos pela inflação.

Abaixo tem a lista de algumas corretoras que cobram diferentes taxas para o investidor que quer aplicar no Tesouro Direto.

Bons investimentos,

Raphael

Veja o artigo original no site do autor

Deixe um comentário